Com reforços e improvisos, Luxemburgo muda Palmeiras em relação ao início da temporada

Treinador do Palmeiras aposta em Gabriel Menino, volante de origem, na lateral direita, e em Felipe Melo como zagueiro ao lado de Gustavo Gómez

Com reforços e improvisos, Luxemburgo muda Palmeiras em relação ao início da temporada
Crédito da foto: Flickr/S.E.Palmeiras

Gazeta Press

Na última semana de atividades antes da paralisação, o Palmeiras foi escalado com diversas mudanças em relação ao início da temporada. Ao longo do Campeonato Paulista e das duas primeiras rodadas da Libertadores, Luxemburgo recebeu reforços e pensou em novas formas de aproveitar atletas que já estavam no elenco.

Em sua primeira partida de 2020, diante do Atlético Nacional pela Copa da Flórida, o Verdão entrou em campo com: Weverton; Marcos Rocha, Felipe Melo, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa; Bruno Henrique, Patrick de Paula e Lucas Lima; Raphael Veiga, Dudu e Luiz Adriano.

Desde então, o técnico Vanderlei Luxemburgo manteve algumas ideias e mudou outras. Felipe Melo, por exemplo, foi mantido na função de zagueiro. No entanto, nomes como Diogo Barbosa, Patrick de Paula, Lucas Lima e Rapahel Veiga passaram a ter menos espaço no time.

Na lateral-esquerda, quem assumiu a titularidade foi o uruguaio Matías Viña, contratado no final de janeiro. O jogador de 22 anos estreou no confronto contra o Mirassol, no dia 16 de fevereiro, e passou a ser a principal peça do Alviverde para a posição.

Entre o meio-campo e ataque aparecem as principais mudanças feitas por Luxa. Patrick de Paula não deixou de ser aproveitado, mas Ramires foi quem entrou como titular nos principais jogos.

A linha de frente ainda passou a contar com Roni, que deixou o Athletico-PR, e Willian Bigode, que aproveitou bem suas oportunidades e cavou seu espaço no time. As entradas dos dois atletas culminaram na mudança do posicionamento de Dudu, e o camisa 7 passou a atuar na armação de jogadas.

Com estas alterações, a equipe do Palmeiras ficou formada por: Weverton; Marcos Rocha, Felipe Melo, Gustavo Gómez e Matías Viña; Bruno Henrique, Ramires e Dudu; Roni, Willian e Luiz Adriano.

Após ter um bom início na Libertadores e encaminhar a classificação para a próxima fase do Campeonato Paulista, o Palmeiras inicia a paralisação das atividades por conta da propagação do coronavírus. Tanto o estadual quanto o continental estão suspensos temporariamente.