FUNCIONÁRIO DA CAIXA TESTA POSITIVO PARA CORONAVÍRUS E AGÊNCIA É FECHADA EM NATAL

FUNCIONÁRIO DA CAIXA TESTA POSITIVO PARA CORONAVÍRUS E AGÊNCIA É FECHADA EM NATAL

Uma agência da Caixa Econômica Federal foi fechada ao público nesta quinta-feira (30), em Natal, após um funcionário ter testado positivo para o novo coronavírus. Os demais funcionários foram mandados para casa e deverão exercer suas atividades em trabalho remoto. As informações foram confirmadas pelo próprio banco. Ainda não há prazo para a reabertura da unidade.

A agência fica avenida Prudente de Morais, no bairro Lagoa Nova, e vai passar por um processo de desinfecção. “A agência foi fechada para a devida higienização de todo o espaço, e a Caixa avalia a possibilidade de reabertura nos próximos dias, com uma nova equipe para atendimento aos clientes”, informou o banco, em nota.

Ainda de acordo com a nota enviada, o empregado que testou positivo para a doença está em isolamento domiciliar, com acompanhamento médico. O banco não informou, porém, quando o funcionário realizou o teste, desde quando sentia os sintomas e se já estava isolado antes do resultado do exame.

Pessoas que procuraram a agência ao longo da manhã desta quinta-feira (30) reclamaram que não havia qualquer comunicado sobre o fechamento da agência, mesmo na área externa, ou indicação de outra unidade a ser procurada.

Conforme a Caixa, o fechamento de agências para higienização “é dinâmico e ocorre sempre que é identificado qualquer nível de risco de contaminação, visando à proteção dos empregados, clientes e parceiros”. Após o processo de higienização, as agências podem ser reabertas para o atendimento à população.

Ainda de acordo com o banco os empregados integrantes do grupo de risco, conforme definição do Ministério da Saúde, estão todos em trabalho remoto. Grávidas, pessoas com mais de 60 anos, imunossuprimidos, diabéticos, portadores de doenças cardiovasculares ou pulmonares e em tratamento de câncer, já desempenham suas atividades de casa.

Medidas de prevenção

O banco reforça que suas unidades seguem funcionando para atendimento presencial no interior das agências apenas para serviços sociais essenciais, como o saque sem cartão e senha de benefícios do INSS, Seguro Desemprego e Defeso, Bolsa Família, Abono Salarial e FGTS, desbloqueio de cartão e senha de contas, além do abastecimento e processamento de depósitos realizados nas máquinas de autoatendimento.

As unidades estão com fluxo de pessoas no interior limitado, para que seja possível manter a distância de no mínimo 1 metro entre as pessoas. Nas unidades lotéricas, os clientes também estão sendo orientados a manter distância mínima de 1 metro para o próximo da fila, como forma de contribuir para a contenção da pandemia, conforme orientação da Organização Mundial de Saúde (OMS). Somado a isso, vem sendo efetuada sinalização/delimitação dos pisos externos das agências, com ocorrência de formação de filas para manutenção do afastamento social.

Apesar disso, várias filas foram registradas nas agências bancárias, ao longo dos últimos dias. Além de pessoas que buscam outros serviços, elas são formadas por muitos usuários que buscam ter acesso ao auxilio emergencial de R$ 600 disponibilizado pelo governo federal.

“A Caixa orienta seus clientes a acessarem os serviços do banco por meio dos canais digitais e remotos, que foram reforçados, como a Agência Digital, telesserviço e SMS. Os clientes podem fazer a movimentação de valores por meio do Internet Banking e Mobile Banking e foi ampliado o atendimento em canais remotos. Desde o dia 23 de março, foi aumentado para R$ 5 mil o limite de transferências eletrônicas entre contas da Caixa em todos os canais, além da possibilidade de aumento do limite das transações através do Mobile Banking para até R$10 mil.

G1/RN