Governo dá continuidade à instalação de novos leitos críticos

Governo dá continuidade à instalação de novos leitos críticos
Fotos: Elisa Elsie. 

O Governo do RN deve abrir ainda nesta terça-feira, 19, dez novos leitos de UTI para os pacientes com Covid-19. Os municípios de Natal e Mossoró passarão por essa expansão diante das taxas de ocupação de UTI com respectivamente 97% e 94%. Em Pau dos Ferros, que atualmente tem 4 leitos críticos, todos ocupados, a ampliação deve chegar aos 10 leitos, até a próxima semana.

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) também trabalha para instalar leitos – em média 5 por regional - de estabilização no interior, que permitirá que os pacientes aguardem em melhores condições por uma UTI.  Nas redes públicas e privada, o Rio Grande do Norte tem atualmente 395 pessoas internadas em leitos clínicos e de Unidade de Terapia Intensiva.  Está sendo providenciada a instalação de 20 UTIs no Hospital João Machado em Natal, 10 UTIs no Hospital Regional de Macaíba e 20 na Liga Norte-rio-grandense contra o Câncer.

O secretário adjunto da saúde do Estado, Petrônio Spinelli informou que os novos 30 leitos do João Machado e em Macaíba devem entrar em funcionamento em até 10 dias. "O número de leitos cresce, mas é insuficiente para atender o aumento dos casos motivado pelo baixo índice de isolamento social", afirmou Spinelli. Nesta segunda-feira, 18, o isolamento social continuou muito baixo, em apenas 47,93%, ainda distante do mínimo necessário de 60%.

Além da dificuldade para adquirir equipamentos como respiradores para ampliação dos leitos críticos, também há falta de pessoal especializado. "Na região Oeste falta pessoal especializado para administração e assistência hospitalar. Não tem atalho: o isolamento é única maneira de controlar o contágio", insiste Spinelli.

 

INTERNAÇÕES

As redes de hospitais públicos e privados do RN nesta terça-feira, 19, têm 395 pessoas internadas com casos de Covid-19 confirmados e suspeitos. Na fila da regulação hoje há 4 pacientes com prioridade 1 (UTI), 10 pacientes com prioridade 2 (UTI e semi-uti) e 44 pacientes com prioridade 3 (enfermaria).

Estes números levam à superlotação dos leitos Covid em Natal, Mossoró e Pau dos Ferros, que no final da noite de ontem tinham taxa de ocupação de 97%, 94% e 100%, respectivamente. No Seridó, no Hospital Regional de Caicó a taxa é de 61%. Chama atenção as ocorrências em Pau dos Ferros onde, por cinco dias consecutivos, os quatro leitos de UTI estavam desocupados, mas lotaram, em apenas 24 horas.

Sobre o fechamento temporário do pronto-socorro do Hospital Giselda Trigueiro, Spinelli explica que a ação ocorreu para abrir espaço para novos leitos Covid. Mais uma vez o secretário adjunto informou que as pessoas com sintomas de contaminação pelo coronavírus devem inicialmente procurar o atendimento médico nas unidades de saúde nos bairros e UPAs. "As pessoas devem procurar as portas municipais e regionais do serviço de saúde. Lá serão atendidas e estabilizadas. Se for o caso serão encaminhadas pela equipe médica para os hospitais de atendimento exclusivo Covid".

A atualização dos dados mostra que há 10.699 suspeitos, 3.483 confirmados, 7.988 descartados, 992 recuperados, 160 óbitos confirmados, (sendo os mais recentes em Riacho da Cruz, Ceará Mirim - 2, Mossoró, Natal - 2, Parnamirim, Santo Antônio e Afonso Bezerra) e 52 óbitos em investigação

 

SISTEMA PRISIONAL

O sistema prisional no RN tem um caso de interno confirmado com Covid-19. O preso está isolado, recebendo atendimento médico diário e passa bem, apresentando apenas sinais de tosse seca. Os outros apenados com quem ele dividia cela foram testados e os resultados deram negativos. Por medida de segurança, todos estão em isolamento, segundo informou o secretário de Estado da Administração Penitenciária (SEAP), Pedro Florêncio, durante a coletiva de imprensa desta terça-feira.

O titular da Seap informou também que 74 policiais penais estão afastados. Catorze foram diagnosticados com Covid e os demais são suspeitos ou estão em teletrabalho por pertencerem aos grupos de risco. As escalas de trabalho estão sendo cumpridas regularmente com o pagamento de diárias operacionais.

Florêncio explicou que os presos que chegam todos os dias são encaminhados para Ceará Mirim onde foi reservada uma ala exclusiva. "Ao chegar eles tomam banho, têm o cabelo cortado, recebem uniforme e fazem exame de saúde. Ficam em quarentena sem contato com os presos antigos para reduzir a possibilidade de contágio".

A SEAP consultou o Comitê de Especialistas para verificar a possibilidade de os presos receberem visitas de advogados e familiares em parlatórios fechados com comunicação via aparelho telefônico. A Secretaria também está implantando teleatendimento e televisita por videoconferência. "A lei prevê o contato com advogados e familiares e há tensão no sistema porque os presos e familiares estão sem contato há quase 70 dias ".

As medidas protetivas também são cumpridas. Policiais e detentos usam máscaras nos deslocamentos, os corredores e celas são constantemente desinfectadas, o banho de sol tem maior duração e os colchões também são expostos ao sol.

Assecom-RN