HOMEM É BALEADO DENTRO DE CASA EM CONDOMÍNIO DE LUXO NA GRANDE NATAL

HOMEM É BALEADO DENTRO DE CASA EM CONDOMÍNIO DE LUXO NA GRANDE NATAL
O crime de homicídio, com características de execução aconteceu por volta das 21h30min, deste sábado 24 de outubro de 2020, na Rua João Damásio no Bairro Belo Horizonte em Mossoró na região Oeste do Rio Grande do Norte. A vítima um adolescente de 16 anos, identificado como Rodrigo de Souza Bessa, foi executado em via publica com vários tiros. Testemunhas relataram para a polícia, que o jovem caminhava pela rua, quando foi surpreendido por uma dupla, não se sabe em que tipo de transporte eles

Um homem de 36 anos foi baleado dentro de casa, em um condomínio de luxo localizado na praia de Pium, em Parnamirim, região metropolitana de Natal, na noite desta sexta-feira (23). A vítima foi socorrida ao Hospital Walfredo Gurgel com um tiro na altura das nádegas. As informações estão no Boletim de Ocorrência da Polícia Civil, ao qual o G1 teve acesso.

Ainda de acordo com o documento, o caso aconteceu por volta das 20h no Alphaville. Policiais militares relataram que encontraram marcas de sangue na sala, na escada, nos dois quartos e no banheiro do quarto do casal, além de várias capsulas de bala espalhadas pelo imóvel.

À polícia, o irmão da vítima, que tem 26 anos e também estava no imóvel, afirmou que dois criminosos teriam entrado na casa e atirado contra seu irmão. Na ação, ele teria reagido.

No entanto, ainda de acordo com a polícia, a equipe de vigilância do condomínio não registrou qualquer invasão ou entrada de pessoas estranhas no condomínio.

O homem baleado foi socorrido ao hospital por um policial militar. A esposa da vítima, que também estava na casa na hora do tiroteio, também acompanhou o marido.

Armas

Os policiais levaram à delegacia duas pistolas e carregadores das armas que estavam no imóvel e que o irmão da vítima confirmou serem dele. Ele ainda afirmou que tinha o registro e a posse das duas armas, o que a polícia confirmou. Ainda assim, elas ficaram apreendidas.

A Polícia Civil começou uma investigação sobre o caso e ainda deverá apontar a motivação e a autoria do crime.

G1/RN