POLÍCIA CIVIL DO RN INVESTIGA GOLPES POR MEIO DE ANÚNCIOS FALSOS EM SITES DE VENDAS

POLÍCIA CIVIL DO RN INVESTIGA GOLPES POR MEIO DE ANÚNCIOS FALSOS EM SITES DE VENDAS

Uma modalidade de golpe antiga, praticada através de sites de vendas, voltou a ser registrada nos últimos meses em Natal, de acordo com a Polícia Civil. Estelionatários escolhem um anúncio e criam outro semelhante, mas informam um número próprio de telefone e oferecem um preço bem menor pelo produto.

Uma vítima que não quis se identificar viu num desses anúncios falsos um carro por R$ 25 mil. Ela entrou contato com o número do anúncio e falou com o criminoso. Ele se passou por parente do proprietário para intermediar a venda.

O criminoso diz ao comprador que está ajudando a vender o carro de um parente porque o proprietário teria uma dívida com ele. De acordo com as investigações, ao proprietário do bem, o golpista diz que conhece o comprador. Ele marca um encontro pra que o comprador possa ver o carro. E pede pra que eles não falem sobre o motivo da venda, induzindo comprador e vendedor a não pedirem detalhes sobre a negociação.

Depois de ver o veículo, o comprador deposita o dinheiro na conta do golpista pra não perder a oferta. Com o dinheiro na conta, o criminoso desaparece.

Uma das vítimas deste golpe perdeu R$ 14 mil. Depois de ver que o dinheiro foi depositado pelo comprador, o golpista sumiu e não repassou o valor ao proprietário. O preço original do carro era R$ 29 mil. “Ainda falei com ele depois e ele não visualizou mais as mensagens”, contou a vítima.

De acordo com o delegado de Defraudações de Natal, Marcuse Cabral, há uma dificuldade em investigar esse tipo de golpe. “Geralmente as contas de depósito dos golpistas são em outros estados, então o crime se concretiza em outros estados. A investigação é remetida, mas é difícil chegar a esses criminosos”, explica. O delegado orienta que nesse tipo de negociação, o ideal é falar diretamente com o proprietário e só fazer o depósito na conta dele.

G1/RN